"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

9 de ago de 2011

MEMÓRIA DAS FLORES



Devolvo a sua fotografia
ao seu espaço
ou melhor, o chão
não ha como rasgar
as flores que cultivei
a memória não sangra
mas cuida
da leveza
de nosso amor vão
despedaçado



de Cintia Thome



























...................

Nenhum comentário: