"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

27 de dez de 2010

ato


"...Recolham dos Guetos,
dejetos
Doces da vida...
Ergo os braços, assanhados, aços
Agradeço o último ato
Esse sangue de palco, amor palhaço
A paixão inda asso
Ferida desatina...
a Maria-das-Marias
Caem as cortinas
No chão
tão cretinas
Cretinas..."



Cíntia Thomé


























..............