"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

22 de jan de 2010

FORÇA DOCE


Imagem: A Hernandez






FORÇA DOCE




Por mais que arrebataram
Meu sono e meus sonhos
E as retinas quase descoladas
Lavadas a sal minhas pálpebras
Minha face cristalizada, lambida
Salina, salgada
Meu corpo temperado
Fortalece
Permanece
pedaço doce

Cíntia Thomé




.















Imagem: autoria A Hernandez - Portugal

Nenhum comentário: