"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

18 de set de 2009

SAPATOS


SAPATOS

Agenda de 1982.
Livros envergados como juncos...
Asas azuis de borboletas
no peso de papéis sem papéis...
Música de Jobim sofrendo
há anos dourados foscos...
Coca, gelo e limão.
Santos ocos, querubins,
medalhas clamando terços
Flores embriagadas,
anéis abandonados...
Marasmo branco da parede.
Lustre cambaleante, dançante,
Na singela penumbra sonolenta...
Chão com meus sapatos
em desalinho...
Precisam dos teus
ao pé de minha cama
Beijar teus pés...
Amar você,
Em desalinho...









Cintia Thomé








Faz parte do livro da autora Cíntia Thomé - OLHOS DE FOLHA MINHA
pela livraria Saraiva


*Direitos Autorais Registrados na BN
7514/3281/2007

Imagem http://br.olhares.com/sapatos_foto1904310.html de SOfia - apenas Ilustração

Nenhum comentário: