"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

11 de jun de 2009

sentido sentimento sem sentido






sentido sentimento sem sentido


Um fogo sem vento
Uma brisa e calor
Um toque carinho
De um olhar
que cruza
outro
Queima a boca
Dissimula teu nome
seca garganta
Junto
a incandescência
quase cinza
um pavio diluindo
coração arraigado
extinguindo
qualquer coisa
não sei



cintia thome







11/06 12.00 pm





Imagem: NãoSouEuéaOutra

Nenhum comentário: