"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

9 de jan de 2009

Consolação,Consolo São,Consolo Não,São Paulo



Destino
em soluços, carreguem essa leveza
Saltem juntos ao céu
Da cidade, realidade
Tornando-se única verdade
Volta e ida
cavalgando em corpo
risos da noite
um trote, trotando
viagem pra onde?
vazio cheio dos amanhãs
manhãs de chumbo
sem passagem, tempo
lixo, 'me lixando pro mundo'
lembrança, bilhete único
Túnel
consolaçao
Um ponto
Lágrima
Ruído
Daquele
que ficou
Daquele
que vai
Amor.







.

Nenhum comentário: