"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

21 de jun de 2012

SIMPLES






que não seja relógio tão lógico,
que seja comigo meu amigo
não voe sem asa
que não fique a toa
mas pouse tua mão
espalhe leveza
dancem as folhas do chão
rodopia e dança
na minha saia
e caia, caia
no teu peito
meu coração....










.

Nenhum comentário: