"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

9 de abr de 2012

D.Pedro (chegando em Campinas)


Se eu soubesse
quando eu esperava
que seria teu ultimo caminho
Quantas vezes
você passou por aqui
na mesma estrada
andando mais que cem
eu adiante ávida por sua chegada
pensamentos a mil
algo ficou, nem sei bem o quê
Agora eu chego devagar
e lá não existe minha casa, nem eu
queria que você soubesse
que lá adiante
nada sobrou
nem você nem eu
nem a ansiosa espera
talvez saudade
um nada...









































foto:@cintiathome-RodoviaD.Pedro
.

Nenhum comentário: