"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

1 de fev de 2012

borboletar


Alguma coisa me diz que há algo que farfalha em mim quando penso como é bom 'borboletar' pelo o amor...talvez falte acrescentar silabas entre palavras poéticas, há o vácuo e é onde caio e posso virar um inseto insignificante...


CÍNTIA THOMÉ











foto: Fotografa Mariah - Olhares

Nenhum comentário: