"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

4 de nov de 2011

PÁSSAROS AZUIS




'"Até o dia que sentir dentro de mim pássaros azuis não terei medo de viver e nem remorso por não ter feito alguma coisa que esperavam de mim, pois já voei e aterrissei em campos minados e consegui sair mesmo aqueles que não esperavam isso de mim..."
Cíntia Thomé



11.2011












foto: google

Nenhum comentário: