"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

15 de abr de 2011

hoje



"Que a luz de teus olhos tenha um fio de sangue da vontade de viver e possas respirar em um peito alvo... Que a Chama das Estrelas,dos Anjos
e dos homens (talvez) conduza ao renascimento
para que o Amor viva e te salve..."









sempre que estou triste pra valer recorro a essas palavras
que um dia escrevi...nem sei quando...
mas alivia-me

























Foto:@cintiathome - praia

Nenhum comentário: