"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

9 de mar de 2011

LITERATURA ANTONIO CALLONI






DESIDERATO



quero te contar a meia voz uma história de bestas e santos
quero te escrever secreta e despudorada
quero você deitada de lado sem a dor do músculo
quero tuas coxas de leão, tua música sem letra, teu som original
...quero um rasgo em duas vozes, o ...estado quente do teu vício
quero de ti, minha menina, tua boca adestrada
quero de ti, meu bem querer, a fraude amorosa
quero de ti, minha mulher, tuas carnes redentoras
quero de ti, minha poetisa, tua joia disforme
quero de ti, minha amada, a paciência de anjo
mulher, do sonho quero a flecha, da vida quero o lume
e da festa quero o felino
quero os quinze quilos do filho, do pai de um espírito santo
quero concordar com o xingamento
jogar fora o amor próprio
quero do firmamento a imagem de um cristo
quero um nobre metal, uma nave, uma embarcação
quero de meu pai sua calibre vinte, cano duplo
quero de minha mãe seu interno oceano
mulher, contigo eu quero as igrejas, os bordéis, os castigos
a boaventura eu quero, mulher, contigo
quero ganhar no jogo, inventar um degrau
das luas quero a rajada
levantar, lavar pedras
batizar minha cabeça com sangue de bode
quero fuzis, balas, tambores, estandartes, duelos, pão e vinho
quero a embriaguez e suas vertigens, mulher
contigo, sempre contigo.



Antonio Calloni ,Desiderato

Livros Publicados Clik























IMAGEM GOOGLE

Nenhum comentário: