"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

28 de set de 2010

Gota


Gota gota
Conta-gota
Gota conta
Tempo d'água vida
Seca hora, seca dia
Seco chão
Junta garrafa
Esvazia-se o dia
Garrafa se junta
Garrafas mil
Amor lambido fica
Transparente vaza
Vaza boca, vaza olho
Ali fica vidro
Vidraça embaça
Mágica agonia
Ironia
A espera também ia
Seca ao chão
Trinca
Corta
coração
jorra cacos


cintia thome












Foto@Cíntiathome

Nenhum comentário: