"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

22 de jun de 2010

ALEGRIA


ALEGRIA

Os muros , em nosso caminho,
são feitos por alguns que passam
passageiros por nossa vida
deixam pedras...
tantas...
anjos em corpo
retiram-nas
com suas asas...
essa é a Tristeza dos Homens!

As pedras são tamanhas,
caiadas, em policromia negra
nos muros d'alma passageira
todas no peito
que não soube amar
arrasta-se pesado
um engodo, a farsa
essa é a Alegria dos Anjos!






Cíntia Thomé










...............

Nenhum comentário: