"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

15 de fev de 2010

SINTO MUITO MEU BEM...




Fernando Pessoa:
"Não há homens salvadores.
Não há Messias.
O máximo que um grande homem pode ser
é um estimulador de almas,
um despertador de energias alheias".




SINTO MUITO MEU BEM...

Procuro em meu corpo
Todos os anos
A vida
A existência dela
Da Maria, aquela de todas as Marias
Um corpo, uma escultura
Do jardim da infância
Às noites em camas
Nas noites com meu bem
Sempre um mal também
Usaram pés
Não as mãos másculas
Esculpindo hematomas
Feridas, manchas
Dos caminhos trilhados lá fora,
Sujos sujos

Nos dias de espera
Lavado corpo reitera
A chuva da lágrima
As tempestades d'alma
Crescer enrugada cheia de vida
Embora maquiada, pó de arroz
As paredes em submersas heras
Escondendo todas as eras
Aquelas que viveu em poucos anos
Alisada, moldada para o sofrimento e dor

Branca envelhece estupefacta
Em indagações do silêncio
A morte a espera,
Um corpo criminoso
Pois foi fora da Lei
A lei que não existe
A Lei do Amor

Caiada pelo sorriso
não esconde, não delata
Todas as vermelhas almas
Manchas do Amor,
este Amor aprisionado...

Louca recupera
Recicla peles
sempre uma construção inacabada
Cada vez que admirada
Desejo cumprido, sanado
esfria ao perverso olho
Do nunca mais,
o natural e fatal
Do seu corpo morrendo
Estático, escultural
E uma navalha na carne
Esculpe aquele sempre
'sinto muito meu bem'...




Cíntia Thomé


_______________________________________________________________________________
(…) Acontece que quando a morte nos aceita como noivas, já somos seres impuros que captaram /sentiram o sabão da maldade a queimar nossas peles. Perfumando-nos com as cinzas dos choros da infância até agora e não somos úteis...Somos podres pelos exércitos dos homens que passaram a mão em nossas cabeças, depois de algum ato fora da Lei do Amor, um ato desonesto e disseram baixinho aos nossos ouvidos: 'Esta tudo bem querida, força, levante e vá em frente, você é fenomenal, maravilhosa, ainda será recompensada, ainda terá um Verdadeiro Amor!' (...)Cíntia Thomé


Completo: Alguns homens falam em Verdadeiro Amor, mas queremos um Amor Verdadeiro, é a diferença entre nós mulheres e eles, os machos, alguns, nem sei se maioria ou minoria, que são frouxos...déspotas...


Ano 2008




Conversas e comentários diluídos (na blogosfera)...já são pensamentos mortos...pois assim escreveram, há séculos, mulheres que amaram muito...






Imagem: Katarzyna Rzeszowska

Nenhum comentário: