"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

9 de fev de 2010

FLEUR DE L' AMOUR














TOCATA VESPERAL PARA OS OLHOS DE FOLHA MINHA
click


Cintia Thomé

a linguagem poética
fluindo sobre o dorso da tarde,
a palavra nua e crua arquiteta
fugas no areado do mar
a emoção coletando ventos
para impulsionar ondas
deste mar sem véspera
e suavizar a praia de musgos
e crustáceos.
Cintia Thomé
o verso maleável
pari uma lua vermelha
numa noite em que o tempo
( verdugo de todos nós)
faz oferendas aos olhos
de folha minha.
Cintia Thomé
o sonho do filho
abortado numa esquina da vida
evoca prece e resignação:
Rudy com asas de aurora
voa entre as fímbrias das nuvens
em busca de outros infinitos.
Cintia Thomé
o poema completo
se esparrama sobre o ar das manhãs
de pássaros e de cantos,
Cintia Thomé
poema e vida...

( Depois de reler o livro" Olhos de Folha Minha", da grande poeta contempôranea Cintia Thomé que o Estado de São Paulo pariu para o Brasil e para o mundo.)

Julio Rodrigues Correia
Manaus-Fortaleza



Obrigado Júlio, eternamente grata.

______________________________________________________________________________

.Imagens: Cíntia Thomé

Nenhum comentário: