"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

26 de ago de 2011


ao mínimo da fresta da janela
pássaros dançam
há o possível de você
qualquer canção pra mim
goodbye, goodbye e vai
enquanto o dia passa
pode ser que você faça
um sonho comigo
na fresta do teu olhar
Mínimo assim
o abrir da janela
no fundo das pálpebras
há floristas tristes
dois copos a brindar
dois corpos a suspirar
até o sol sem querer
num fogo sem razão
na metamorfose
da minha dor sozinha
nesse teu desamor
sem razão por ti
por mim



cintia thome












.

Nenhum comentário: