"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

27 de mai de 2011


...Revivo os dias
Como a lenha que não se acaba
Ao meio das danças, festas
à febre de minha alma
à saudade tanta
aos atritos que te chamam
Aos meus pés que se esfregam
à procura dos teus...




Cintia Thome :
'Ainda há pedras rolando'



























...........

Nenhum comentário: