"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

25 de jan de 2011

coisa mais que linda das lindas




se todo mundo se perdesse
ficasse assim tão perdida
a ponto de estar a frente de coisas mais que lindas
mas não sentir nada, nada
pois essas coisas mais que lindas
maravilhosas, espetáculos do mundo
o desejo de tocar, ver in loco
sentir com as mãos
sentir com os olhos
são sucessivos vazios

mas que mundo é esse
que lugar é esse que me perco?
Vou tão longe para ver coisas mais que lindas
mas a minha frente e nem a um passo veria
a coisa mais que linda tão linda
a mais linda das mais que lindas
a vontade mais linda
está tão longe
há séculos, a quilometros
no início do caminho
na partida
no antes da partida
na volta, na curva
retorno, contorno, esquina
mas em que mundo estaria?
seria o encontro, retorno
da coisa mais linda das mais que lindas
o amor sentido horário
no anti horário
a juventude absoluta, a nossa raiz
nossos pés juntos
seria mais que tão linda
mais que esse tempo
tão ordinário seria...
que mundo você estaria?
e eu o que faria?
nem mais caminharíamos
a mágoa nos deixaria
viver
duas coisas mais lindas
mais que lindas, lindas...




cintia thomé





























......................

Nenhum comentário: