"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

10 de nov de 2010




...Acredite em mim
No som de minha voz
Cansada de implorar, cansada
Aos santos, rosários, deuses, a você
A cabala desgovernada
Nos revoltos mares
No vento que me destruiu
Acredite em mim
Nas lágrimas, encharcado travesseiro
Nos lençóis menstruados
Na carne viva de mim
Acredite em mim
Nas horas que perdi, nos livros a nossa estória
No cortar dos pulsos de cada novo dia
No grito do aborto, no grito da morte
Nos fins...
Acredite em mim
Frases feitas não disseram nada
Louca, atrevida nua fiquei
Acredite em mim
Não diga que não viajei
Não quebre meus sonhos
Não quebre outra vez...
Dizendo que não te amei
Coragem...
Acredite em mim
Acredite em mim



Cíntia Thomé
















....

Nenhum comentário: