"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

22 de set de 2010

Na temporã manhã


Na temporã manhã
Nas temperaturas
Nas aventuras
Na aventurança
No Tempo,
No tempero
Na pimenta
Nas lembranças
Na temperas do amor
Nas têmporas
Nas tempestades
Nas tentativas
Nos atentados
Nas temeridades
A tua saudade detida
De mim. De mim
Pena



Cíntia Thomé




jul 2008




Foto @ autoria Cíntia Thomé - Flickr

Nenhum comentário: