"A profundeza abissal da palavra declamada
ecoa nítida na linguagem abstrata
das mãos (gestos prontos),
e o atrito dos dias confunde as cicatrizes do tempo,
derramado sobre a mesa o poema
ignora nas pálpebras o pesadelo do sonho"

(Júlio Rodrigues Correia)





.

21 de set de 2008

RAINDROPS KEEP FALLING ON MY HEAD



Amanhece
Três pingos de chuva tilintam
Sobre o parapeito da janela
Café quente, pouco leite
Três pingos de adoçante
Mais três pingos na janela
Primeiro gole e nenhum bom dia
Eram três alegres 'bom dia'
Segundo gole
Silêncio tilinta
Três gotas doces
O café esfria
É a chuva.




Cíntia Thomé

Nenhum comentário: